Quadrante Arquitetura apresenta proposta em concurso para Conjunto Edificado em Lisboa

O concurso promovido pela EPAL tinha como objetivo a elaboração do projeto de um edifício nas Amoreiras.

A Quadrante Arquitetura apresentou proposta em no concurso público de conceção “Conjunto Edificado em Lisboa” promovido pela EPAL, com assessoria técnica da OASRS. O concurso teve como objetivo a implantação de um edifício, de usos mistos, num  lote da rua José Gomes Freire, em Lisboa, junto às Amoreiras.
João Rainha Castro

Da vontade de esculpir um vazio aberto para a paisagem resulta a Praça Miradouro, um novo espaço público qualificado na cidade de Lisboa.

 

 

"O espaço do não-lugar não cria nem identidade singular, nem relação, mas solidão e semelhança", Marc Augé

A definição acima referida, carateriza de forma clara o lote a edificar, servindo de ignição para a proposta urbanística desenvolvida. A vontade de transformar esta área da cidade de Lisboa, hoje sem identidade e descaraterizada, é a linha condutora que culmina no objetivo de fechar o tecido urbano do lado norte do Bairro de Campo de Ourique. Com a análise da malha urbana e a identificação dos espaços públicos qualificados na envolvente o projeto evoluiu naturalmente para a criação de uma plataforma que, reunindo usos diferenciados, ambiciona convidar a estar e vislumbrar todos os que a visitem: criar uma praça miradouro sobre Monsanto.